"Não me compraram, compraram o Ozil por 80 milhões ou algo do género"

"Não me compraram, compraram o Ozil por 80 milhões ou algo do género"
Redação

Arsène Wenger quis contratar o avançado argentino Higuaín no verão de 2013.

Gonzalo Higuaín, avançado do Inter Miami, recordou este sábado ao canal TyC Sports como esteve perto de reforçar o Arsenal no verão de 2013, quando deixou o Real Madrid e foi parar ao Nápoles.

"Antes de ir para o Nápoles, o Arsenal estava lá. Já tínhamos falado e eles não me compraram, compraram o Ozil por 80 milhões ou alguma coisa do género. Eles disseram-me: 'Não temos muito dinheiro para gastar. És muito caro'. Acabei por ir para o Nápoles e dois dias depois vejo que Ozil foi para lá por 80 milhões de euros", recordou o dianteiro de 34 anos.

Higuaín falou também dos sete anos que passou nas fileiras do campeão europeu, afirmando que "não existe" nenhum patamar superior ao Real Madrid.

"É o maior clube da história. Tem 14 Ligas dos Campeões. É o patamar mais alto para um jogador. Chegar aos 19 anos e sair aos 26 anos... Tive oportunidade de tocar no céu com as minhas mãos e bem, penso que não há nada acima de Madrid", considerou.

Higuaín é um dos poucos privilegiados que conseguiu jogar na mesma equipa que dois extraterrestres do futebol - Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Sobre os dois astros, o goleador de 34 anos admitiu que tem uma preferência pelo compatriota, mas enaltece a rivalidade que ambos protagonizaram nos últimos 15 anos.

"Se não sou quem jogou mais minutos com os dois, sou o segundo. São dois jogadores gigantes mas diferentes. As últimas Bolas de Ouro foram divididas entre eles, foi uma luta paralela que penso ser difícil voltarmos a ver", concluiu.