Herrera coloca México na final da Gold Cup com golo ao cair do pano

Herrera coloca México na final da Gold Cup com golo ao cair do pano
Redação com Lusa

O empate arrastou-se até aos descontos e foi já aos 90+10 minutos que os mexicanos garantiram o apuramento, com um tento de Herrera.

Um golo do médio ex-portista Héctor Herrera, aos 90+10 minutos, valeu quinta-feira ao México um triunfo por 2-1 sobre o Canadá e o apuramento para a final da Gold Cup da CONCACAF em futebol, em Houston.

A formação mexicana, que vai repetir as finais de 1993, 1998, 2007, 2009, 2011 e 2019 com os Estados Unidos - só perdeu em 2007 -, adiantou-se nos descontos da primeira parte, aos 45+2 minutos, num penálti de Orbelín Pineda.

Na segunda metade, os canadianos chegaram à igualdade, aos 57 minutos, por Tajon Buchanan, e, aos 66, o México beneficiou de uma segunda grande penalidade, marcada, desta vez, por Carlos Salcedo, que falhou.

O empate arrastou-se até aos descontos e foi já aos 90+10 minutos que os mexicanos garantiram o apuramento, com um tento de Herrera.

Na equipa mexicana, o portista Jesús Corona foi titular, sendo substituído aos 90+13 minutos, já depois do 2-1, enquanto Stephen Eustáquio, médio do Paços de Ferreira, jogou os 90 minutos na formação canadiana.

Antes, os anfitriões Estados Unidos qualificaram-se para a sua 12.ª final nas últimas 16 edições, ao baterem o convidado e estreante Qatar por 1-0, em Austin.

Um golo de Gyasi Zardes, aos 86 minutos, valeu o apuramento aos norte-americanos, que, desde 1991, só falharam quatro finais, em 1996, 2000, 2003 e 2015.

Na final, os Estados Unidos procuram o sétimo cetro, depois dos conquistados em 1991, 2002, 2005, 2007, 2013 e 2017, enquanto o México vai tentar o 12.º, depois de 1965, 1971, 1977, 1993, 1996, 1998, 2003, 2009, 2011, 2015 e 2019.