Griezmann entrou aos 90' e falaram de "humilhação": "Não lhe vou pedir desculpa"

Griezmann entrou aos 90' e falaram de "humilhação": "Não lhe vou pedir desculpa"
Redação

O treinador do Setién explicou a decisão de só ter colocado Griezmann em campo aos 90 minutos de jogo.

O Barcelona defrontou o Atlético de Madrid (2-2), esta terça-feira, em Camp Nou e um dos momentos mais comentados foi o facto de Griezmann ter entrado apenas aos 90 minutos de jogo.

No final da partida, Quiqué Setién foi questionado sobre essa decisão e se não seria uma humilhação para o internacional francês, mas o treinador do Barcelona não concordou e garantiu que não ia pedir desculpa ao jogador.

"Não concordo, de todo. Pôr a jogar a faltar tão pouco tempo é duro para um jogador do seu nível. Amanhã vou falar com ele. Não lhe vou pedir desculpas, mas entendo perfeitamente que se possa sentir mal", disse.

Setién explicou ainda que os jogadores que estavam em campo estavam a jogar bem: "Se calhar era pior não o pôr a jogar. Não o fiz antes porque os que estavam em campo estavam a jogar bem, Riqui, Messi, Suárez. Não é fácil encontrar um ponto sem destabilizar a equipa", justificou.