"Gostaria de saber para que é que as pessoas saudáveis estão em casa"

"Gostaria de saber para que é que as pessoas saudáveis estão em casa"
Redação

Javier Clemente afirmou que "para que a economia esteja bem, é preciso trabalhar".

Javier Clemente, antigo treinador de clubes como Espanhol e Atlético de Madrid, bem como ex-selecionador de Espanha e Sérvia, por exemplo, recorreu às redes sociais para criticar o facto de apenas as atividades essenciais estarem a trabalhar em Espanha.

"Continuar a ver televisão nestes dias ainda é preocupante, não se sabe se vamos estar um mês ou um ano fechados, dependendo de quem ouças. Como não somos médicos, é difícil saber o que querem dizer mas, de qualquer forma, não é nada encorajador e não digo quando são os políticos a falar", começou por escrever na sua conta do Twitter.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

"Depois do que ouvimos tanto da direção da saúde como da economia, a conclusão a que chego com os meus poucos conhecimentos é que, para a economia correr bem, é preciso trabalhar. E quem vai? Bem, os que são saudáveis. Gostaria de saber para que é que estas pessoas saudáveis estão em casa. Dessa forma haverá menos problemas. O que deve ser difícil é saber fazer isto e então estamos todos fechados. Mal de muitos, conforto de tontos", acrescentou, antes de culpar alguns políticos de falta de dinheiro para investir em material hospitalar.

"Vi uma entrevista de um político a dizer porque não se tinham comprado máscaras, fatos, ventiladores, entre outros, a tempo. Pois é muito fácil, porque estamos lisos. Não há dinheiro. Se não tivesse havido tanta conversa fiada de alguns políticos, agora haveria dinheiro para tudo", concluiu.