Giggs diz ser um "batoteiro do amor" e até a mãe da cunhada tentou seduzir

Giggs diz ser um "batoteiro do amor" e até a mãe da cunhada tentou seduzir
Redação

Ex-jogador do Manchester United foi ouvido esta quarta-feira em tribunal

Ryan Giggs, antigo futebolista galês do Manchester United, falou hoje em tribunal no processo que lhe foi colocado por Kate Greville, por maus tratos, e deixou afirmações... curiosas. Giggs reconheceu ser um "batoteiro do amor" e admitiu que até com a cunhada foi infiel.

O ex-futebolista disse que não consegue resistir "a mulheres atraentes". Giggs teve uma aventura de oito anos com a mulher do irmão, Natasha e até tentou seduzir a mãe desta, Lorraine Lever. Giggs afirmou que nunca foi fiel a nenhuma ex-namorada e definiu-se como alguém que "namorisca por natureza".

Segundo o Daily Mail, em 2011 Giggs ofereceu ao irmão 280 mil euros para deixar de revelar segredos íntimos.

Quanto ao que está em causa no julgamento, Giggs negou ter alguma vez batido em Kate Greville. Mas adiantou: "Aceito que durante alguma discussão a minha cabeça tenha chocado com a dela. Não estou certo se foi a cara ou a cabeça, mas estou seguro de que não foi intencional".