FIFA sanciona por 12 meses ex-presidente da federação da RD Congo

FIFA sanciona por 12 meses ex-presidente da federação da RD Congo
Redação com Lusa

Constant Omari Selemani foi sancionado no âmbito de um caso relacionado com a comercialização de direitos televisivos.

A FIFA impôs esta quinta-feira uma sanção de 12 meses a Constant Omari Selemani, ex-presidente da federação da República Democrática do Congo e antigo vice-presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), num caso relacionado com a comercialização de direitos televisivos.

A investigação foi aberta pelo organismo que tutela o futebol mundial em janeiro e concluiu as que as negociações lideradas por Constant Omari Selemani causaram "prejuízos significativos" à CAF e benefícios para si próprio, estimados em 66.444 euros.

Segundo comunicado da FIFA, foi criado um conflito de interesses durante o processo de negociação de direitos televisivos que afetou o desempenho das suas funções na CAF com "integridade e transparência".

O dirigente africano, que também foi membro do conselho da FIFA, fica assim impedido de exercer qualquer atividade relacionada com futebol durante 12 meses, que começaram a contar em 18 de junho, e vai ainda ter de pagar uma multa de 66.444 euros.