FIFA pressionada para suspender Rússia e clubes russos das provas internacionais

FIFA pressionada para suspender Rússia e clubes russos das provas internacionais
Redação

No interior do órgão da FIFA, que deverá reunir-se ainda esta quinta-feira, há quem defende a expulsão da Rússia

A informação começa a espalhar-se e aponta para a existência de fortes pressões no interior no Conselho da FIFA para que aja de forma a punir severamente a Rússia após o ataque militar e a invasão da Ucrânia. Segundo diversos órgãos de comunicação social, alguns dos membros consideram insuficiente que a punição seja apenas retirar à Rússia o factor casa no play off de acesso do Mundial do Catar. Recorde-se que a a seleção russa recebe a Polónia, a 24 de março e, em caso de vitória, definirá, de novo em Moscovo, um lugar no Campeonato do Mundo com o vencedor da meia-final Suécia-República Checa.

No interior do órgão da FIFA, que deverá reunir-se ainda esta quinta-feira, há quem defende a expulsão da Rússia das eliminatórias, com as equipas russas a ser igualmente eliminadas das competições europeias.

Recorde-se que na quinta-feira a Polónia pediu para que o jogo com a seleção russa seja fora da Rússia, pedido ao qual se juntaram República Checa e Suécia, possíveis adversários da Rússia, caso esta vença a Polónia, na final do play off.

A Ucrânia também está nesta fase, mas o sorteio colocou-a como visitante: contra a Escócia, a 24 de março; e caso avance, jogará no País de Gales ou na Áustria.

Para já, a posição da FIFA é de condenação da decisão da Rússia invadir a Ucrânia, anunciando que continuará a seguir os desenvolvimentos para tomar uma decisão relativa ao play off do Mundial'2022.