Festejou um golo ao soco e partiu a mão

Festejou um golo ao soco e partiu a mão

Di Francesco, treinador do Roma, foi esta terça-feira submetido a uma intervenção cirúrgica

O Roma empatou 3-3 com a Atalanta, num jogo em que marcou primeiro, mas viu o adversário virar para 3-1. O golo do empate chegou já na reta final do jogo e o treinador, Eusebio Di Francesco, teve um festejo de raiva...que acabou mal.

O técnico deu um soco no banco de suplentes a contraiu uma fratura na mão esquerda. Di Francesco foi operado na manhã desta terça-feira ao quinto metacarpo da mão, mas de tarde já dirigiu o treino da equipa romana.

Por outro lado, há boas notícias sobre Florenzi. O ala direito saiu lesionado no joelho esquerdo, mas os exames afastaram o cenário mais temido: não há lesão nos ligamentos, apenas um pequeno traumatismo que será ultrapassado em 15 dias.