Federação russa condena decisão da FIFA e apela: "Não abusem deste direito..."

Federação russa condena decisão da FIFA e apela: "Não abusem deste direito..."
Redação

Na sequência da invasão à Ucrânia, a FIFA permitiu que os jogadores estrangeiros dos campeonatos russos possam rescindir até junho de 2023 e transferir-se para outros clubes

A Federação russa, juntamente com os emblemas daquele país, condenaram esta sexta-feira a decisão da FIFA em permitir que os jogadores estrangeiros que competem na Rússia possam rescindir com os respetivos clubes até junho de 2023 e transferir-se para outras paragens.

A decisão foi tomada na sequência da invasão russa à Ucrânia e, esta sexta-feira, os clubes do país enviaram um apelo aos restantes clubes, pedindo que não "aproveitem" a situação.

"Na esperança de que os príncipios estabelecidos pelas fundações do desporto mundial sejam preservados, gostaríamos de apelar a todos os membros da comunidade de futebol internacional. Pedimos que não abusem dos direitos concedidos pela FIFA, uma vez que a sua decisão vai contra os príncipios de base do futebol. Esta situação poderá afetar qualquer federação no futuro", pode ler-se na nota publicada pela Federação russa nas redes sociais.

"O futebol não deve dividir, mas unir pessoas em todos os cantos do mundo. Esta decisão vai causar danos irreparáveis na indústria do futebol na Rússia. Reservamo-nos ao direito de apelar aos tribunais de forma a preservar os nossos interesses", é acrescentado.