Federação da Argentina apela a patrocinador para ter Sampaoli

Federação da Argentina apela a patrocinador para ter Sampaoli
Bruno Andrade

Principal patrocinadora da entidade, a Adidas, foi acionada para ajudar a pagar cláusula rescisória do treinador no Sevilla.

Com pressa para definir o substituto de Edgardo Bauza, demitido no início de abril, a Federação argentina (AFA) pediu esta semana a ajuda da Adidas para concretizar o sonho de tirar Jorge Sampaoli do Sevilla, segundo O JOGO apurou. A entidade responsável pelo futebol argentino atravessa uma crise financeira e, por isso, teve que apelar à principal patrocinadora para efetuar o pagamento da cláusula de rescisão do treinador com o Sevilha que é de 1,5 milhões de euros.

No futebol espanhol desde junho do ano passado, Sampaoli, sabe o nosso jornal avançou, já manifestou aos dirigentes do país de origem o interesse em comandar a seleção. Por outro lado, quer sair pela porta da frente do clube andaluz, que, por sua vez, não abre mão da compensação financeira para aceitar a rotura do contrato, válido até junho de 2018.

Ao todo, o treinador de 57 anos tem 50 jogos no comando do Sevilla, com um balanço de 26 vitórias, 11 empates e 13 derrotas). Com 68 pontos em 35 jornadas, a equipa ocupa atualmente o 4.º lugar em La Liga, estando a três pontos do Atlético que está em 3.º, o último posto que dá acesso direto à Liga dos Campeões.