Falta de investimento poderá levar Sampaoli a sair do Marselha

Falta de investimento poderá levar Sampaoli a sair do Marselha
Redação

Jorge Sampaoli está preocupado com a falta de competitividade do plantel

Um ano e meio depois de ter assumido o comando técnico do Marselha, Jorge Sampaoli poderá estar de saída do clube ainda antes do início da próxima temporada.

De acordo com o AS, o técnico argentino está frustrado com a falta de investimento no mercado de Franck McCourt, proprietário do Marselha, e teme que o clube francês não seja competitivo o suficiente para deixar uma boa imagem na próxima edição da Liga dos Campeões, onde tem a presença assegurada.

Desde o final da época 2021/22, o Marselha já perdeu o central William Saliba, que está de regresso ao Arsenal após uma época de empréstimo, e Boubacar Kamara, médio que reforçou a custo zero o Aston Villa, da Premier League.

O espaço deixado pela saída de duas peças determinantes para o segundo lugar conquistado pelo clube na última edição da Ligue 1 não foi substituído até ao momento, muito por causa de o Marselha ainda aguardar a aprovação da UEFA e da Direção Nacional de Controlo de Gestão (DNCG), que tutela as finanças dos clubes franceses, para investir no mercado.

Axel Witsel, internacional belga que está livre no mercado, era um dos alvos prioritários de Sampaoli para este defeso, mas a falta de investimento de McCourt ditou que o clube não avançasse para a contratação do ex-Benfica, que está em vias de assinar pelo Atlético de Madrid, o que também terá contribuído para o desagrado do técnico de 62 anos.

Sampoli terá mesmo expressado que não continuará a comandar o Marselha caso o clube não reúna as condições para ser competitivo na próxima edição da prova milionária, sendo que Pablo Longoría, presidente do clube, está confiante em que as contas do Marselha sejam aprovadas nas próximas horas pela DNCG.