Fabinho: do Rio Ave à seleção do Brasil

Fabinho: do Rio Ave à seleção do Brasil

O lateral-direito que os vila-condenses emprestaram ao Mónaco foi convocado por Dunga para o particular com o Equador.

Chegou a Vila do Conde no verão de 2012, pela mão do empresário Jorge Mendes, assinou um contrato com o Rio Ave válido por seis temporadas (até junho de 2018), treinou um mês com o plantel e seguiu, emprestado, para o Real Madrid. Depois de um ano na equipa secundária dos merengues - fez apenas 14 minutos na formação principal do Real Madrid, então treinada por José Mourinho -, Fabinho foi emprestado ao Mónaco (31 jogos na última época), onde permanecerá esta temporada (três jogos até ao momento), novamente cedido pelo Rio Ave. Agora, o lateral chega à seleção principal do Brasil, depois de ter sido recentemente aposta na equipa de sub-21.

Fabinho, que nunca jogou pelo Rio Ave, foi convocado para o lugar de Maicon, dispensado por "problemas disciplinares" depois de ter sido titular no recente particular frente à Colômbia, e será concorrente de Danilo pelo lugar de defesa-direito. Ao que tudo indica, esta é também uma boa notícia para o lateral do FC Porto, que deverá, desta forma, conquistar a titularidade no jogo particular frente ao Equador, que se realizará na madrugada de amanhã (1h30) em Nova Iorque.