Evra: "Tenho muito respeito por Guardiola, mas ainda bem que nunca fui treinado por ele"

Evra: "Tenho muito respeito por Guardiola, mas ainda bem que nunca fui treinado por ele"
Redação

Antigo lateral do Manchester United criticou o técnico por "retirar responsabilidades aos jogadores"

Patrice Evra criticou esta terça-feira o estilo de Pep Guardiola, treinador do Manchester City, acusando o técnico de exagerar na informação tática aos jogadores e de "parecer que está a jogar na Playstation". O antigo jogador confessou ainda estar aliviado por nunca ter sido treinado pelo espanhol.

"Tenho muito respeito por Guardiola mas ainda bem que nunca fui treinado por ele, porque ele tira a tua responsabilidade. Comentei com Clarence [Seedorf] que parece que ele está a jogar na Playstation", começou por dizer, em declarações à Amazon Prime Video.

O ex-jogador recordou uma atitude de Guardiola para com Thierry Henry, no Barcelona, como exemplo para justificar a crítica.

"Ele diz-te tudo o que precisas de fazer. Eu lembro-me de que Henry, quando estava no Barcelona, recebeu a indicação de Guardiola para permanecer na ala, mas cortou para dentro, combinou com Messi e marcou. Depois da primeira parte, Guardiola meteu-o no banco só porque ele não respeitou as suas instruções", revelou.

Evra visou ainda as meias-finais da Liga dos Campeões, em que o Manchester City, de Guardiola, foi vítima de mais uma remontada épica do Real Madrid, criticando a falta de um "plano B" do timoneiro.

"Todos vimos como ele estava antes do jogo [segunda mão das meias], parecia que tinha 20 pessoas na cabeça, o seu cérebro estava já a queimar, é incrível. Mas não há plano B. Quando estão em apuros, o que fazem? Um treinador como Ferguson não era assim tão bom taticamente, mas dizia: 'Eu sou o patrão, mas no campo são vocês [que mandam]'", concluiu.