Estrela do Bayern recusa a vacina contra a covid-19 e explica a decisão

Estrela do Bayern recusa a vacina contra a covid-19 e explica a decisão
Redação

Joshua Kimmich admite vacinar-se no futuro mas, por enquanto, apresenta algumas preocupações.

Habituado a dar nas vistas dentro das quatro linhas, Joshua Kimmich, uma das grandes figuras do futebol alemão e do Bayern, é também tema fora dos relvados. Motivo? O polivalente jogador recusa-se, por enquanto, a tomar a vacina contra a covid-19.

"Quero esperar por estudos a longo prazo. Estou consciente da minha responsabilidade. Claro que respeito as medidas de higiene e os jogadores não vacinados no clube são testados a cada dois ou três dias", justificou, admitindo vacinar-se no futuro.

"Claro que tenho isso em conta. Por isso não digo de forma categórica que não me irei vacinar. Apenas tenho algumas preocupações neste momento. É muito possível que me vacine no futuro", vincou.

"Só há 'vacinados' ou 'não vacinados'. E 'não vacinados' significa frequentemente que de alguma forma é um negacionista ou oponente das vacinas. Mas também penso que há outras pessoas em casa que apenas têm algumas preocupações em relação a serem vacinadas, quaisquer que sejam as suas razões. E penso que isso também deve ser respeitado. Especialmente enquanto se mantiverem as medidas. Tenho frequentemente a sensação na nossa sociedade de que se não formos vacinados, de alguma forma, estamos simplesmente riscados", disse ainda o jogador de 26 anos.

O Bayern, recorde-se, jogou recentemente no Estádio da Luz, para a Champions, onde venceu o Benfica por 4-0. O treinador Julian Nagelsmann não esteve no banco por ter testado positivo.