Durou pouco mais de dois meses a aventura de Shevchenko no Génova

Durou pouco mais de dois meses a aventura de Shevchenko no Génova
Redação

Técnico despedido ao final de onze jogos e de apenas um triunfo. Derrota em San Siro, diante do Milan, foi a gota de água

Foi curta a passagem de Andriy Shevchenko pelos bancos da Serie A e do Génova. O antigo avançado foi despedido ao fim de pouco mais de dois meses.

Em comunicado, o clube confirmou a saída do técnico, que conquistou apenas uma vitória em onze partidas realizadas. A última acabou por ser em San Siro, na Taça, diante do Milan.

Andriy Shevchenko, antigo jogador que se notabilizou no AC Milan, vinha de um trabalho de cinco anos na seleção da Ucrânia, com presença no último campeonato da Europa como destaque.