Dupla pediu para sair do Manchester United, mas vontade de Rangnick não é essa

Dupla pediu para sair do Manchester United, mas vontade de Rangnick não é essa
Redação

Treinador do Manchester United entende que Dean Henderson e Van de Beek queiram sair à procura de mais tempo de jogo, mas prefere manter os jogadores no plantel.

O guarda-redes Dean Henderson e o médio Van de Beek querem deixar o Manchester United a fim de conseguirem somar mais minutos noutra equipa. Ainda assim, Ralf Rangnick, treinador dos red devils, afirmou publicamente que pretende continuar a contar com a dupla e que já transmitiu aos atletas esse desejo.

"Disse ao Dean Henderson que gostaria que ele ficasse, porque é um guarda-redes fantástico. Gosto de o ter no plantel, mas percebo perfeitamente que queira jogar. E está numa fase da carreira em que deveria estar a jogar com mais regularidade. No entanto, estamos inseridos em três competições e precisamos dos três guarda-redes que temos", assumiu na conferência de imprensa de antevisão ao jogo frente ao Aston Villa, para a Premier League.

Sobre o neerlandês, a situação é idêntica. "Estou contente por ter o Van de Beek na equipa. Mostra sempre um grande nível nos treinos. Falámos sobre esta questão há umas semanas e aconselhei-o a ficar até ao final da temporada, mas ele quer jogar o Mundial e o Van Gaal [selecionador dos Países Baixos] precisa que ele comece a somar mais minutos, naturalmente. Entendo o seu desejo de jogar mais, mas também há uma concorrência interna muito forte no meio-campo do Manchester United", atirou o técnico alemão.