Dezenas de adeptos da Roma mandados para casa após violência em Tirana

Dezenas de adeptos da Roma mandados para casa após violência em Tirana
Redação com Lusa

Incidentes envolveram apoiantes de Roma e Feyenoord e a polícia, provocando ferimentos em cerca de 30 pessoas, entre as quais 19 agentes.

Dezenas de adeptos da Roma, do treinador português José Mourinho, que se deslocaram a Tirana, na Albânia, para a final desta quarta-feira da Conference League, contra o Feyenoord, foram mandados para casa após cenas de violência.

Os incidentes envolveram apoiantes de ambas as equipas e a polícia e provocaram ferimentos em cerca de 30 pessoas, entre as quais 19 agentes, um dos quais esfaqueado.

Cerca de sessenta pessoas foram detidas pela polícia, a grande maioria simpatizantes italianos, e cerca de oito dezenas de adeptos da Roma foram mandados de regresso a Itália ao amanhecer a partir do porto de Dürres, no Adriático.

"Dez pessoas - cinco albaneses, três italianos e dois neerlandeses - tiveram que se deslocar a hospitais para tratamento na sequência dos incidentes", disse em conferência de imprensa o chefe-adjunto da polícia local, Albert Dervishaj.

Os confrontos eclodiram quando a polícia tentou impedir que os adeptos neerlandeses do Feyenoord se dirigissem às imediações do estádio, localizado no coração de Tirana, para enfrentar os apoiantes italianos da Roma.

Os adeptos "reagiram com violência", atacando os polícias com garrafas de vidro, pedras e outros objetos. Os apoiantes da Roma também atacaram os agentes e os incidentes terão ocorrido em, pelo menos, três lugares de Tirana.

Quatro viaturas policiais foram danificadas e, de acordo com as forças de autoridade albanesas, foram apreendidas várias armas, facas, soqueiras, bastões de ferro e paus.

A capacidade do estádio é de apenas 21.000 lugares, mas, de acordo com as autoridades, pelo menos 100 mil adeptos chegaram à Albânia para assistir à partida em "fan zones" criadas para o efeito.

Cerca de 2.000 polícias estão mobilizados para garantir a segurança do evento.

A Roma, de José Mourinho, e o Feyenoord vão decidir hoje o vencedor da primeira edição da Liga Conferência Europa de futebol, numa final em que o técnico português tentará arrecadar o quinto troféu europeu da carreira.

A final da primeira edição da Liga Conferência Europa tem início marcado para as 20h00 (hora de Portugal continental), na Arena Nacional, em Tirana, e será arbitrada pelo romeno Istvan Kovacs.