Detenção de elementos do Boca Juniors provocou perda do voo para a Argentina

Detenção de elementos do Boca Juniors provocou perda do voo para a Argentina
Redação

De acordo com a imprensa brasileira, oito elementos da comitiva do Boca Juniors foram detidos após desacatos no final do jogo frente ao Atlético Mineiro, o que provocou a perda do voo de regresso à Argentina.

A polícia brasileira deteve oito elementos da comitiva do Boca Juniors após desacatos no final do jogo com o Atlético Mineiro. De acordo com a imprensa daquele país, os jogadores Javier Garcia, Carlos Zambrano, Carlos Izquierdoz, Marcos Rojo, Sebastián Villa, os treinadores adjuntos Fernando Gayoso e Leandro Somoza e o dirigente Raul Cascin foram identificados e chamados a prestar declarações.

Por essa razão, o clube argentino perdeu o voo de regresso a casa, tendo de remarcar a viagem.

O emblema xeneize foi eliminado nos oitavos de final da Taça dos Libertadores. Após um empate sem golos nas duas mãos, o Atlético Mineiro foi mais forte (3-1) nas grandes penalidades.