"Custava a adormecer na noite anterior a um jogo contra Pepe e Sergio Ramos"

"Custava a adormecer na noite anterior a um jogo contra Pepe e Sergio Ramos"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Internacional espanhol recordou duelos com a antiga dupla de centrais do Real Madrid com boa disposição.

Foi entre sorrisos e num clima de boa disposição que Álvaro Negredo, avançado do Cádiz, recordou os duelos que travou ao longo da carreira com uma dupla de centrais marcante na história do Real Madrid, composta por Pepe e Sergio Ramos.

Em entrevista ao programa "El Larguero", da Cadena SER, o internacional espanhol elegeu os defesas mais difíceis de defrontar e o português do FC Porto foi um dos três "nomeados".

"Com Ramos são batalhas contínuas, durante todo o jogo. Damo-nos muito bem, mas vai com tudo a todos os lances durante os jogos, é um jogador que tem muita qualidade, sai a jogar... Tive o Pepe como companheiro no Besiktas, mas também foi meu adversário. Quando sabia que ia jogar contra Pepe e Sergio Ramos custava muito, custava adormecer na noite anterior [risos]. Não era por jogar contra o Real Madrid, era mais por aquilo que ia ter pela frente", atirou Negredo, que também não esqueceu Carles Puyol, histórico capitão de equipa do Barcelona. O catalão foi, aliás, "o mais difícil".

"Para mim, o mais díficil foi Puyol. Era um avião, lembro-me de o ter pela frente, chocava com ele, às vezes ganhava, mas outras vezes achava que estava sozinho e o Puyol já estava ali", acrescentou o experiente ponta de lança, que, além do Cádiz, já representou clubes como Valência, Sevilha ou Manchester City.

Pepe, recorde-se, representou o Real Madrid entre 2007 e 2017. Em janeiro de 2019 voltou ao FC Porto.