Chineses sugerem redução salarial de trinta por cento

Chineses sugerem redução salarial de trinta por cento
Redação

Federação enviou carta aos clubes nesse sentido

A federação chinesa de futebol enviou aos clubes dos três principais escalões (Super Liga, I Liga e II Divisão) uma carta com o objetivo de, a curto prazo, recolher opiniões de todos sobre a hipótese de uma "redução salarial não inferior a trinta por cento", segundo informou esta terça-feira o site "Weibo".

Só depois a federação tomará uma decisão neste âmbito, e isto num país onde há futebolistas com salários de topo mundial. Hulk, Oscar e Arnautovic, por exemplo, têm salários anuais superiores a 100 milhões de yuans anuais, quantia equivalente a 13 milhões de euros.

Segundo o site, existem ainda alguns pormenores a acertar. uma das principais divergências diz respeito às percentagens: enquanto uns defendem que o corte deve ser igual para todos em termos de percentagens, outros preferiam ter percentagens mais altas nos jogadores com salários superiores.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS