"Não poderemos resistir se o Manchester City vier atrás de Haaland"

"Não poderemos resistir se o Manchester City vier atrás de Haaland"
Redação

Hans-Joachim Watzke, CEO do Dortmund, garantiu que clube não conhece a vontade do avançado norueguês.

Erling Haaland continua a ser um dos jogadores mais cobiçados do futebol internacional. O Dortmund está ciente disso e o CEO do clube já avisou publicamente que o clube pouco poderá fazer caso um clube da craveira do Manchester City fizer um esforço financeiro.

"Não poderemos resistir se o Manchester City vier atrás dele", explicou Hans-Joachim Watzke, em declarações ao "Bild".

Desde janeiro que o clube alemão procura conhecer a vontade de uma das suas principais estrelas, mas Haaland não tem demonstrado abertura para uma reunião com os responsáveis do Dortmund, como tratou de explicar Watzke.

"Ainda não sabemos nada específico do jogador, nem ninguém se aproximou de nós", referiu, deixando ainda uma garantia: o clube continuará a ser forte caso a saída fique consumada.

"Perdemos Lewandowski, que foi para Bayern em 2014, e Aubameyang, que saiu para o Arsenal em 2018. Sempre criámos uma nova estrela. Se Haaland sair, encontraremos outro novo talento e faremos dele uma estrela", afirmou.