Bósnia-Herzegovina oficializa búlgaro como selecionador

Bósnia-Herzegovina oficializa búlgaro como selecionador
Redação com Lusa

Ivaylo Petev substitui Dusan Bajevic, que falhou a qualificação para o Euro'2020, adiado para 2021.

O búlgaro Ivaylo Petev é o novo selecionador de futebol da Bósnia-Herzegovina, substituindo no cargo Dusan Bajevic, que falhou a qualificação para o Euro'2020, adiado para 2021, anunciou esta quinta-feira a federação daquele país.

O técnico, de 45 anos, tem como principal missão "apurar a equipa para o Mundial2022", depois de falhada a presença dos bósnios no próximo Campeonato da Europa, referiu o vice-presidente da federação, Milorad Sofrenic.

Ivaylo Petev, que teve uma modesta carreira de futebolista, foi selecionador da Bulgária, entre 2015 e 2016, tendo ainda orientado clubes no Chipre, Croácia, Arábia Saudita e, mais recentemente, na Polónia, onde comandou o Jagiellonia Bialystok, em 2019/20.

A Bósnia-Herzegovina falhou a qualificação para o Euro2020 - adiado para este ano devido à pandemia de covid-19 - além de ter sido relegada à Liga das Nações B, ao ficar no último lugar do Grupo 1 da Liga A, do qual faziam parte Itália, Países Baixos e Polónia.

A estreia de Petev à frente da seleção dos Balcãs está agendada para 24 de março, diante da Finlândia, no arranque do Grupo D de qualificação para o Mundial2022, que integra ainda a França, campeã mundial em título, a Ucrânia e o Cazaquistão.

Desde a independência, em 1992, a Bósnia apenas esteve presente numa fase final de uma grande competição, mais concretamente no Mundial2014, que decorreu no Brasil.