Blatter: "Bolas quentes nos sorteios? Acontece... na Europa"

Blatter: "Bolas quentes nos sorteios? Acontece... na Europa"

Antigo presidente da FIFA voltou a negar corrupção e influência nos sorteios dos Mundiais

Joseph Blatter, antigo presidente da FIFA e atualmente a ser investigado por corrupção, voltou a negar ter violado quaisquer leis da Suíça ou outras com moldura pena, isto numa entrevista dada ao La Nacion, da Argentina.

O dirigente suíço focou-se muito na relação com Julio Grondona, antigo dirigente federativo da Argentina e um dos primeiros apoiantes de Blatter na corrida à presidente da FIFA, e negou qualquer favorecimento à Argentina em sorteios de Mundiais. "Todos os sorteios eram limpos até ao último detalhe. Nunca toquei nas bolas, coisa que outros faziam. Claro que as bolas podem sempre ser sinalizadas. Tal não existe na FIFA, mas fui testemunha disso na Europa, em sorteios em que aconteceu. Mas nunca na FIFA. Comigo, jamais."