Bernardo Silva em grande: duas assistências ajudam à reviravolta do Manchester City

Bernardo Silva em grande: duas assistências ajudam à reviravolta do Manchester City
Redação com Lusa

Citizens começaram o jogo a perder, mas deram a volta ao resultado.

Bernardo Silva, com duas assistências, ajudou esta quarta-feira o líder Manchester City a vencer o Aston Villa (2-1), que se colocou em vantagem logo os 20 segundos da partida da 32.ª jornada da Liga inglesa.

No Villa Park, em Birmingham, ainda os jogadores das duas equipas se estavam a colocar nas posições, quando Olie Watkins aproveitou a falha defensiva de John Stones para servir o médio McGinn, que bateu Ederson aos 20 segundos, naquele que foi o segundo golo mais rápido consentido pelos citizens na Premier League.

Com o português João Cancelo no banco, mas com os compatriotas Rúben Dias e Bernardo Silva de início, o extremo direito acabou por desbloquear a partida e colocar o emblema de Manchester na frente, ainda durante a primeira parte.

Num bom entendimento com o argelino Riyad Mahrez, Bernardo Silva serviu Phil Foden (22), que só teve de atirar para a baliza, depois cruzou de forma sublime para a cabeça de Rodri (40) confirmar a reviravolta.

Antes do tempo de descanso, aos 44 minutos, John Stones viu o cartão vermelho direto pela primeira vez na carreira em 182 jogos na competição, face a uma entrada imprudente, descortinada pelo videoárbitro (VAR).

Contudo, após o intervalo, o número de jogadores em campo iria ficar igual para os dois lados. Num espaço de três minutos, aos 54 e 57, o médio dos "villans" Matty Cash viu dois cartões amarelos e foi igualmente expulso pelo árbitro Peter Bankes.

O Manchester City lidera da Premier League com 77 pontos, contra os 66 do rival United, segundo classificado, 56 do Leicester (terceiro) e 55 do Chelsea e West Ham, quarto e quinto classificados, respetivamente. O Aston Villa segue em 11.º lugar, com 44.