Uma transferência que podia ter sido recorde mundial, mas que o Bayern recusou

Karl-Heinz Rummenigge

 foto EPA

Karl-Heinz Rummenigge lembrou o interesse demonstrado por Ribéry em 2008.

O Bayern tem dominado o futebol alemão e Karl-Heinz Rummenigge, ex-diretor geral do clube bávaro, apontou alguns dos segredos para o sucesso. E deu o exemplo de Ribéry, um jogador que fez história no clube e que podia ter sido vendido por muitos milhões.

"Há duas razões para esta supremacia. Por exemplo: em 2008 houve ofertas muito elevadas para Franck Ribéry, de Espanha e Inglaterra. Essas teriam sido os valores de transferência mais elevadas do futebol mundial. Discutimos durante muito tempo se poderíamos recusar tanto dinheiro. No final decidimos: não o fazer porque não venderemos um jogador que é muito importante para nós", lembrou, numa entrevista ao jornal "Bild".

"Depois veio 2012. O Dortmund tornou-se campeão, perdemos a final da Liga dos Campeões na Allianz Arena. Foi um choque. Desde então, contudo, tem havido uma melhoria contínua a nível nacional e internacional. Nos últimos anos, estivemos sempre entre os três melhores clubes da Europa. Ultimamente, o futebol é algo que pode ser muito desfrutado por aqui", completou.

Ribéry representou o Bayern entre 2007/08 e 2018/19. Rumou depois ao campeonato italiano: vestiu a camisola da Fiorentina e agora, aos 38 anos, veste a do Salernitana.