Rudiger explica saída do Chelsea: "Não somos robôs, tive que tomar uma decisão"

.

 foto AFP

Rudiger diz que não foi abordado pelo Chelsea para negociar uma renovação de contrato e teve de tomar uma decisão. Sai a custo zero e devera assinar pelo Real Madrid.

Antonio Rudiger está de saída do Chelsea - deverá assinar pelo Real Madrid - e escreveu uma mensagem de despedida, publicada no The Player's Tribune, em que diz que sai de Londres "com o coração cheio" e em que também explica o que o levou a sair, em final de contrato.

"Deixo este clube com o coração cheio. Significou muito para mim. Mesmo esta época, com todas as complicações, foi muito boa. Futebol é futebol. O Chelsea vai estar sempre no meu coração, Londres será sempre a minha casa", referiu o defesa-central.

"Negócios são negócios, mas quando não ouves notícias do clube de agosto a janeiro, a situação fica complicada. Depois da primeira oferta, houve um grande período de nada. Nós não somos robôs, sabem? Não podemos esperar meses com tanta incerteza sobre o futuro. Outros grandes clubes mostraram interesse e eu tive que tomar uma decisão. Vou sair, mas deixando os negócios de parte, não tenho nada de mal a dizer sobre o Chelsea", explicou o internacional alemão.