Ronaldo equacionou Portugal e agora diz: "O meu dinheiro está todo no Valladolid"

Ronaldo Nazário, antigo jogador de futebol.

 foto EPA

Agora presidente do Valladolid, antigo craque brasileiro não pensa adquirir outro clube.

Ronaldo Nazário comprou 51 por cento das ações do Valladolid em 2018, após uma longa procura, tendo em 2019 conseguido 72,7 por cento. O "Fenómeno", que teve a MLS em mente - o forte investimento que deveria fazer esmoreceu-lhe a vontade -, voltou a agora a falar sobre o processo e deixou uma garantia: não há possibilidade de adquirir outro clube.

"Tive uma reunião com o presidente do MLS e ele expôs-me as suas ideias: 'Podes ganhar tudo o que quiseres, mas se não tiveres 70 milhões de euros para a franquia, não vais a lado nenhum'. Isso fez-me desistir do projeto", começou por contar no podcast brasileiro "Flow Podcast".

"Procurei muito, no Championship [segundo escalão do futebol inglês], mas era tudo muito caro. Depois comecei a procurar em Portugal e Espanha, onde os preços eram mais acessíveis. Não gostava de nada", continuou. O antigo craque brasileiro recebeu depois uma chamada do seu advogado, que lhe falou da possibilidade de ficar com o emblema espanhol.

"Pensei que Valladolid estava apenas a uma hora e meia de Madrid e, além disso, é um clube histórico em Espanha. Comprei um clube de segunda divisão e recebi um de primeira. Comprei-o por 30 milhões de euros, mas havia uma dívida de 25 milhões e só tinha dois jogadores, já que os restantes eram emprestados", relatou ainda.

Com o Valladolid a lutar pelo regresso a La Liga, e questionado sobre a possibilidade de vir a adquirir outro clube, Ronaldo foi muito claro: "O meu dinheiro está todo no Valladolid."