"Ronaldo, Pogba, Bruno, Sancho e Greenwood? Não queria ser defesa da equipa..."

Manchester United's Portuguese striker Cristiano Ronaldo (R) celebrates with Manchester United's Portuguese midfielder Bruno Fernandes (L) after scoring their second goal during the English Premier League football match between Manchester United and Newcastle at Old Trafford in Manchester, north west England, on September 11, 2021. (Photo by Oli SCARFF / AFP) / RESTRICTED TO EDITORIAL USE. No use with unauthorized audio, video, data, fixture lists, club/league logos or 'live' services. Online in-match use limited to 120 images. An additional 40 images may be used in extra time. No video emulation. Social media in-match use limited to 120 images. An additional 40 images may be used in extra time. No use in betting publications, games or single club/league/player publications. /

 foto AFP

Gary Neville com muitas críticas para o Manchester United

O Manchester United continua sem convencer e a derrota por 4-2 frente ao Leicester colocou ainda mais em causa as opções de Ole Gunnar Solskjær. Gary Neville mostrou-se particularmente contra as escolhas do encontro no King Power Stadium e explicou porquê.

"Vimos uma equipa com Greenwood, Sancho, Pogba, Ronaldo e Bruno Fernandes. Não queria ser defesa dessa equipa. Adorá-los-ia como jogadores, mas não todos na mesma equipa. Há razões para que Fletcher, O'Shea e Gary Neville tenham jogado ao lado daqueles grandes jogadores do Manchester United. O plantel atual é desequilibrado", explicou o atual comentador da Sky.

Neville destacou que qualquer equipa relativamente bem organizada consegue criar problemas ao atual Manchester United.

"As exibições têm sido fracas durante toda a época. É difícil de ver. Assim, quando se joga contra uma equipa com uma metodologia, é-se desmontado. Foram desmontados contra o Villa, desmontados contra o Everton, desmontados pelo Villarreal", afirmou.