Rio Ferdinand e John Terry trocam galhardetes nas redes sociais: "Ego frágil..."

Ferdinand escolheu os quatro melhores defesas-centrais que atuaram na Premier League e não incluiu Terry. O ex-Chelsea não gostou e retaliou, gerando-se uma troca de acusações.

Rio Ferdinand e John Terry são dois defesas-centrais de muito relevo em Inglaterra. Ambos defenderam as cores da seleção inglesa e foram figuras da Premier League ao serviço do Manchester United e do Chelsea, respetivamente. E num exercício de escolher os quatro melhores jogadores daquele posição que atuaram no principal campeonato inglês, o ex-red devil não incluiu Terry, o que motivou uma reação do segundo...

"Opiniões são ótimas, mas as estatísticas não mentem", atirou Terry, nas redes sociais, acompanhando as palavras de uma imagem que mostra alguns dos feitos e títulos conquistados pelo jogador.

Em resposta, Ferdinand disse que o antigo colega de profissão tem um "ego frágil". "O momento em que começas a precisar de lembrar os teus recordes e estatísticas é o momento certo para falarmos sobre esse ego frágil. Tens sorte de te ter colocado no top-5 depois do caso de racismo com o meu irmão", retorquiu, lembrando um jogo entre Chelsea e Queens Park Rangers, em 2011, em que o central foi acusado de insultos racistas a Anton Ferdinand, irmão de Rio Ferdinand.

Terry não se ficou por aqui e voltou à carga: "Um ego frágil é colocares-te no primeiro lugar. Obrigado por me meteres no top-5!"

Refira-se que Ferdinand escolheu-se a si próprio, a Nemanja Vidic, a Jaap Stam e a Van Dijk para integrar o lote de quatro melhores centrais da Premier League.