Puma pede desculpa aos adeptos do Dortmund

Adeptos do Dortmund descontentes com a Puma

 foto EPA

Adeptos do Dortmund descontentes com a Puma

 foto AFP

Perante o caudal de críticas, a própria Puma teve de explicar-se através do CEO Björn Gulde

A polémica surgiu logo que os equipamentos foram divulgados, mas ganhou dimensão com a estreia na Liga dos Campeões. De que falamos? Do terceiro equipamento do Dortmund, motivo para inúmeras queixas dos adeptos do clube alemão, insatisfeitos pelo facto do emblema na camisola não ser visível. E de nada valeu o tom de amarelo vivo que serve de homenagem à conquista da Liga dos Campeões em 1997/98.

Perante o caudal de críticas, a própria Puma teve de explicar-se através do CEO Björn Gulden: "Lamentamos a revolta dos adetos e gostaríamos de lhes pedir desculpa", disse. É verdade que o Dortmund tentou que o símbolo fosse mais visível, mas pouco ou nada pôde fazer visto que o equipamento já foi aprovado pela UEFA e, por isso, não pode ser alterado no decorrer da temporada.