Milhões do contrato de Salah entram para a história do Liverpool

Salah assinou um novo contrato, carregado de milhões

 foto Reprodução/Twitter do Liverpool

Renovou por três épocas, tornando-se o atleta mais bem pago da história do clube inglês.

O impasse em torno da renovação contratual de Salah chegou ao fim. O avançado egípcio prolongou o vínculo com os reds até 2025 (o anterior cessava em 2023) e torna-se o jogador mais bem pago da história do clube inglês, com um salário a rondar os 20 milhões de euros anuais por ano. Está assim assegurada a continuidade de um jogador que está desde 2017 no Liverpool com o somatório de 156 golos em 254 desafios disputados.

Melhor marcador da Premier League na última temporada, depois de ter sido o artilheiro em 2017/2018 e 2018/2019 - só Thierry Henry ganhou este prémio individual mais vezes (quatro) -, Salah assumiu que o processo levou algum tempo, mas diz-se entusiasmado para os próximos anos. "Nos últimos cinco ou seis anos, estivemos sempre em fase ascendente e na última época estivemos perto de vencer quatro provas, mas infelizmente na última semana perdemos dois troféus [Premier League e Champions]. Agora, há novas caras e só temos de trabalhar e lutar por tudo outra vez", referiu.

Este também abordou o novo ataque do Liverpool, sem Mané, que rumou ao Bayern, mas com Darwin, contratado ao Benfica. "Quero jogar ao lado dele. Teve uma boa temporada e jogou bem contra nós tanto em casa, como fora", disse Salah, a respeito do duelo dos quartos de final da Champions, em que o uruguaio apontou um golo em Anfield no empate (3-3). "Sadio [Mané] saiu e vou sentir a sua falta, teve grandes épocas connosco e desejo-lhe o melhor. Ao Darwin desejo a mesma coisa, de forma a marcar muitos golos com a nossa equipa", sublinhou o nono melhor marcador da história do Liverpool. "Tenho orgulho nesse registo, por ter sido conseguido em pouco tempo, mas o mais importante são as conquistas coletivas", reforçou o atacante de 30 anos, que participou em 63 jogos em 2021/2022, incluindo os embates pela seleção.

Também satisfeito com o desfecho das negociações, Jurgen Klopp. "Estou certo que haverá festejos dos nossos adeptos por esta notícia. Os colegas adoram-no. Salah pertence ao Liverpool. Foi a melhor decisão para ele e para nós. Os melhores anos da sua carreira ainda estão por chegar e isso significa muito, porque estes anos já o elevaram para um estatuto de lenda", atirou o alemão.