"Messi, perdoa a minha mãe, ela não sabia o que fazia. Chamo-me Cristiano"

Um jovem argentino chamado Cristiano tem Messi como ídolo e exibiu um cartaz em que pede desculpa ao jogador do PSG pelo nome que tem.

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são dois dos maiores nomes da história do futebol mundial e convivem ao mais alto nível nos últimos anos. Na Argentina, naturalmente, La Pulga é mais acarinhado e, pelo contrário, o português não é tão idolatrado.

No entanto, naquele país sul-americano também há fãs de CR7. É o caso da mãe de um menino que, na terça-feira, apareceu no exterior do quartel-general da seleção argentina está instalada com um cartaz muito curioso. "Messi, perdoa a minha mãe, ela não sabia o que fazia. Chamo-me Cristiano", podia ler-se.

O rapaz, de 11 anos, foi batizado assim, porque a progenitora é fã de Cristiano Ronaldo, mas o filho prefere Messi, como conta o canal de televisão TyC Sports.