Messi deixa Argentina a um jogo do Brasil e Espanha

Messi remata no Argentina-Honduras

 foto AFP

Argentina bate Honduras com selo de Messi na estreia do benfiquista Enzo Fernández

A Argentina, liderada pela classe ímpar de Lionel Messi, venceu na sexta-feira as Honduras por 3-0, em Miami Gardens, na Florida, num particular que marcou a estreia pelos albicelestes do benfiquista Enzo Fernández.

Messi esteve na origem do primeiro golo, marcado por Lautaro Martínez, aos 16 minutos, e apontou os outros dois, aos 45+2 e 69 minutos, o primeiro de grande penalidade, passando a somar 88 golos pela principal seleção argentina, em 163 jogos, e oito golos e nove assistências nos 12 embates disputados em 2022/23.

Por seu lado, a Argentina aumentou para 34 jogos (23 vitórias e 11 empates) o seu registo de invencibilidade, que já tem mais de três anos: a última derrota aconteceu em 02 de julho de 2019, nas meias-finais da penúltima edição da Copa América.

A formação comandada por Lionel Scaloni pode igualar os 35 jogos sem perder de Brasil (1993/96) e Espanha (2007/09) se vencer ou empatar com a Jamaica, dentro de quatro dias, ficando também a apenas dois do recorde, da Itália (37, entre 2018 e 2021).

No neutro Hard Rock Stadium, em Miami Gardens, o jogo foi de sentido único, o da baliza hondurenha e, após várias ameaças, a Argentina adiantou-se no marcador aos 16 minutos: Messi desmarcou Papu Gómez nas costas da defesa e este cruzou para o desvio fatal de Lautaro Martínez.

Até ao intervalo, nada mudou e, já nos descontos, a Argentina chegou ao segundo golo, com Messi a isolar Lo Celso e este a ser carregado na área por Marcelos Santos. Com classe, o capitão enganou o guarda-redes López e faturou de penálti.

Na segunda parte, nada mudou, sendo que, aos 65 minutos, o selecionador Lionel Scaloni lançou o benfiquista Enzo Fernández, para o lugar de Leandro Paredes.

Quatro minutos depois, Thiago Almada pressionou Maldonado e este perdeu a bola para Lionel Messi, que, de primeira, ainda de fora da área, fez um chapéu perfeito de pé esquerdo ao guarda-redes contrário, fechando o marcador.

Aos 82 minutos, ainda entrou outro jogador que atual no campeonato português, o avançado Bryan Rochez, jogador hondurenho do Portimonense.