Guardiola, o título mais difícil e uma possível saída do City: "Talvez saibam mais do que eu"

Pep Guardiola, treinador do Manchester City

 foto AFP

Declarações de Pep Guardiola, treinador do Manchester City, em conferência de Imprensa de antevisão ao jogo decisivo com o Aston Villa, na última jornada da Premier League (domingo, 16h00). Os "citizens" precisam de fazer igual ou melhor resultado do que o Liverpool para serem campeões.

A Premier League é o título que sabe melhor conquistar? "É o mais difícil. São muitas semanas, muitos jogos, problemas com as lesões, bons e maus momentos... Existem muitas situações distintas. O sucesso tem sido estar a lutar pelo título durante os últimos anos. O Liverpool foi imparável quando ganhou e nós não fizemos o suficiente, mas nos outros anos, temos estado lá. Quando lutas pela Premier League desfrutas no balneário. As nossas vidas são mais felizes quando ganhamos e ganhar faz com que treinemos melhor e haja um melhor ambiente. Não é um jogo único como a Taça de Inglaterra, premeia-se a regularidade, o dia a dia."

E a Liga dos Campeões, não é importante? "Não digo que não seja importante. Gostaria de estar em Paris na próxima semana, mas é diferente ganhar 38 jogos ou ganhar seis ou sete. Sempre gostei muito da Liga dos Campeões, é bonita. Estamos perto."

Possível saída de Gundogan: "Ele casou-se, parabéns. Não sabia para onde ia viajar, mas tinha autorização para tal. Se me perguntar pessoalmente, quero que ele fique aqui na próxima época. Ninguém pensa que ele não vai estar aqui. Se ele quer sair é algo que nós, como clube, não sabemos. No Twitter dizem que ele irá embora, mas eu não sei. Talvez saibam mais do que eu."