Guardiola jura amor eterno ao Manchester City e acena a uma seleção

Pep Guardiola, treinador do Manchester City

 foto AFP

Espanhol não se vislumbra num banco de outro qualquer emblema inglês. Competir num Campeonato do Mundo é um objetivo declarado de carreira

"Eu não treinaria outro clube de Inglaterra para além deste [Manchester City]", disse, taxativamente, Pep Guardiola. O treinador, de 50 anos, assegurou que o Etihad Stadium será a sua única casa enquanto estiver a trabalhar na Premier League.

"Em Inglaterra, penso que estarei sempre no Manchester City e, se tiver de voltar, seria para o City, se eles me quisessem. Eu não treinaria outro clube de Inglaterra. Quero estar aqui o máximo de tempo possível, desde que a minha energia e o meu amor estejam também", afirmou o técnico dos citizens, à Imprensa britânica.

Com contrato válido até final da época 2022/2023, e presente em Manchester há seis anos, Guardiola reconhece que, "depois disso não sei o que vai acontecer", embora tenha um desejo bem definido: competir num Mundial.

"Adoraria [ser selecionador nacional], já disse uma vez que, quando terminar aqui [no Manchester City], queria liderar uma equipa num Campeonato do Mundo", assumiu, mais uma vez, o espanhol, notando que "não é fácil de encontrar" uma vaga.

Até à data, e além do Manchester City, Guardiola treinou a equipa do Barcelona (La Liga) e a do Bayern Munique (Bundesliga), e acumula um total de 32 troféus coletivos no palmarés.