Gesto de Mbappé é destaque em França: "Todos sabemos que Messi sofreu emocionalmente"

Mbappé e Messi, avançados do PSG

 foto PSG/Twitter

Abraço entre Mbappé e Messi

 foto AFP

Mbappé e Messi, avançados do PSG

 foto PSG/Twitter

Internacional francês deixou que Messi cobrasse uma grande penalidade no jogo com o Club Brugge.

Foram dois golos diante do Club Brugge. Poderiam ter sido três, caso Mbappé fizesse questão de fazer valer a função de cobrador oficial da equipa nas grandes penalidades. Entretanto, o gesto de ceder o segundo penálti a Messi chamou a atenção. A atitude foi interpretada em Paris como um momento de evolução do PSG - que goleou por 4-1 - como equipa.

"O gesto de Mbappé foi importante e é algo que me interessa muito. No fundo, sabemos que o PSG deve evoluir muito. Mas as relações são humanas e os laços emocionais entre os jogadores também. Todos nós sabemos que Messi sofreu emocionalmente desde que deixou o Barcelona", disse o antigo campeão mundial pela seleção francesa Emmanuel Petit, em entrevista ao jornal Le Parisien.

"E acho que isso passa por gestos como os de Mbappé. Foi revelador. Não é apenas uma forma de respeito, mas uma forma de integrar Messi no projeto PSG. Pode-se fazer muitas coisas em dez treinos, mas nada como aquele gesto que durou 10 segundos", acrescentou.

O caso aconteceu na mesma noite em que Kylian Mbappé se tornou o mais jovem jogador a marcar 30 golos no historial de participações na Liga dos Campeões.

"Incrível o menino. Antes da partida, tinha estatísticas na Champions League que estavam longe do seu talento. No final, tornou-se o segundo jogador mais rápido a registar uma dobradinha na história da competição", destacou Petit sobre os golos do internacional francês nos minutos 2 e 7 de jogo.