Esteve perto do United mas acabou no City: "Só tens uma oportunidade assim na carreira"

Jack Grealish rumou ao Manchester City no verão de 2021

 foto AFP

Internacional inglês, Jack Grealish trocou o Aston Villa pelo Manchester City no verão de 2021.

Jack Grealish trocou o Aston Villa pelo Manchester United no último mercado de verão, em 2021, tendo custado algo como 117,5 milhões de euros aos "citizens". Agora, em entrevista ao "The Telegraph", o internacional inglês admite que esteve muito perto de acabar no rival Manchester United, mas que o negócio acabou por nunca chegar a bom porto.

"Esteve muito perto [de suceder a ida para o Manchester United], mas nunca aconteceu. Jogámos contra o United na pré-época e depois do jogo eu disse ao clube e ao meu agente: "Não vou sair, vou assinar um novo contrato". Cheguei na terça-feira seguinte, assinei o contrato e jogámos nesse dia. Todos concordámos com a cláusula. Se alguma equipa a pagasse, era um "win-win" [os dois lados saíam a ganhar], porque significava que eu tinha tido uma época incrível e o [Aston] Villa ganhava 100 milhões de libras [aproximadamente 117,5 milhões de euros]", começou por dizer, antes de explicar a ida para os "citizens".

"Só tens uma oportunidade assim na carreira e se não [aproveitares], ela desaparece. Senti que o [Aston] Villa estava a ficar mais perto da Europa, mas não sabia quanto tempo ia demorar a chegar lá. Se eu não tivesse assinado pelo City, teria ficado arrependido para sempre. Lembro-me de Michael Owen dizer o mesmo com o Real Madrid", concluiu.