Em França dizem que o PSG colocou duas condições para deixar sair Pochettino

Mauricio Pochettino, treinador do PSG

 foto AFP

O Manchester United acabou por anunciar Ralf Ranglick como treinador, mas o favorito para a sucessão de Solskjaer seria Mauricio Pochettino.

Apesar de Mauricio Pochettino ter sido apontado insistentemente como o favorito da direção para substituir Ole Gunnar Solskjaer no comando técnico, a verdade é que o Manchester United oficializou na segunda-feira Ralf Rangnick - cuja possibilidade de rumar aos "red devils" também foi noticiada - como treinador interino até ao final da temporada.

Pelo facto de o treinador alemão assumir a formação inglesa de forma interina, o Manchester United poderá voltar à carga no verão - pelo menos assim o diz a Imprensa internacional. No entanto, e de acordo com o "Telefoot", os "red devils" poderiam ter sido bem sucedidos no imediato, caso tivessem "apertado" mais o cerco.

Segundo o canal francês, o PSG teria deixado sair Pochettino com duas condições: estava disposto a negociar se o United colocasse em cima da mesa os (15 a) 20 milhões de euros pedidos pelo emblema parisiense e caso tivesse encontrado um substituto ao nível. Como adiantou o jornal "As", aí terá estado o principal problema de toda a operação: Zidane, o eleito pelos franceses, não terá ficado convencido em assumir a equipa a meio da época, bloqueando assim todos as possíveis negociações.