Atlético vê dupla regressar a casa após falhar encaixe de 70 milhões

Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid

 foto EPA

Avançado e médio regressam dos empréstimos a Juventus e Chelsea, respetivamente, e futuro está completamente em aberto.

Álvaro Morata e Saúl Ñíguez estão, para já, de regresso ao Atlético de Madrid. A dupla opção de compra não foi ativada por Juventus e Chelsea, respetivamente, e os dois jogadores têm, agora, o futuro em aberto.

Morata saiu para a Juventus em 2020 e custou aos italianos 10 milhões de euros por cada temporada. Para continuarem com o avançado, os responsáveis do emblema de Turim estavam obrigados a desembolsar 35 milhões, mas a decisão não foi ativada.

Saúl Ñíguez, por seu turno, poucas vezes foi opção para o Chelsea e para Tuchel e, de forma não surpreendente, os blues não decidiram desembolsar os tais 35 milhões de euros.

Os 70 milhões de euros que o Atlético acabou por não receber nos dois negócios não permitem aos colchoneros atacarem, ainda, o mercado de transferências com total força. Apenas Witsel, antigo médio do Benfica, está praticamente garantido para a próxima época, sem esquecer Samuel Lino, contratado ao Gil Vicente.