Barcelona anuncia saída de Ronald Koeman do comando técnico

Ronald Koeman deixou de ser o treinador do Barcelona

 foto AFP

Desaire na visita ao reduto do Rayo foi a gota de água. Contestado técnico neerlandês deixa a equipa quase a meio da classificação da La Liga.

Chegou ao fim a atribulada ligação de Ronald Koeman ao Barcelona. O técnico neerlandês foi demitido do comando técnico da equipa blaugrana, anunciou o clube, após o jornal "Sport" ter noticiado a saída. A derrota com o Rayo culminou a decisão.

"O Barcelona dispensou Ronald Koeman das suas funções como treinador da primeira equipa. O presidente do clube, Joan Laporta, informou-o da decisão após a derrota contra Rayo Vallecano", pode ler-se no site do emblema da Catalunha.

Contestado nos últimos meses, pelos resultados e prestações insatisfatórias - o Barça venceu só três dos últimos nove jogos - Koeman viu os blaugranas perderem (0-1), esta quarta-feira, na visita a Madrid e somarem o segundo desaire seguido na liga.

O técnico neerlandês, de 58 anos de idade, deixa a equipa catalã apenas num modesto nono lugar da classificação da La Liga, com 15 pontos conquistados, prova na qual venceu quatro partidas em dez disputadas, em 2021/22.

Desde o início da época anterior no comando técnico blaugrana, fase essa atribulada pelo impacto da débil situação financeira e económica do clube, Koeman orientou a equipa em 63 jogos (37 vitórias) e ergueu o troféu da Copa do Rei.

A agência EFE avançou, entretanto, com base em fontes do clube catalão, que o técnico desejado para suceder a Koeman é o ex-futebolista blaugrana Xavi Hernández, atual treinador do Al Saad, embora frente ao Alavés a equipa deverá ser orientada por Sergi Barjuan.

Notícia atualizada às 00h06