"Alguns jogadores fumavam e bebiam no balneário, mas ganharam tudo"

"Alguns jogadores fumavam e bebiam no balneário, mas ganharam tudo"
Redação

O antigo presidente do Corinthians Andrés Sánchez lembrou os tempos do Timão entre a primeira década nos anos 2000 e o início da segunda, em que conquistou um campeonato, uma Taça do Brasil, uma Taça dos Libertadores, um Mundial de Clubes e uma Recopa Sudamericana.

Andrés Sánchez, presidente do Corinthians entre 2007 e 2011 e, mais tarde, entre 2018 e janeiro de 2021, recordou os tempos de glória do Timão durante a primeira passagem do dirigente pelo clube. Nessa altura, havia jogadores que fumavam e bebiam no balneário, conta, mas não tinha problema, porque a equipa acabava por "ganhar tudo".

"Não sou babysitter. Os jogadores ganham entre 300 mil a 500 mil reais por mês, alguns até chegam a um milhão. Tenho de ir ver se bebem um copo ou se saem à noite? Têm que chegar a tempo aos treinos, treinar e jogar bem. O que fazem fora do clube é problema deles", referiu no podcast Papagaio Falante, do Brasil.

"André Santos e Jorge Henriques foram jogadores imbatíveis. Aquela equipa de 2009 a 2012 foi uma piada, porque os jogadores fumavam no balneário, nem todos, mas alguns fumavam e até bebiam, embora tenham ganhado tudo", revelou Andrés Sánchez.