Ronaldo não desiste do golo de Bruno Fernandes: "A bola tocou-me"

Ronaldo

 foto AFP

Num primeiro momento, Ronaldo pareceu tocar de raspão a bola, desviando-a de Rochet para inaugurar o marcador.

Já depois do apito final do Portugal-Uruguai (2-0), Ronaldo continuava convencido de que o golo inaugural do jogo do grupo H tinha sido seu. E com muita boa disposição à mistura - afinal, a Seleção Nacional garantira já os oitavos de final do Mundial'2022 - lá surgiu o craque português na transmissão televisiva, dizendo: "Tocou-me. A bola tocou-me!", afirmou enquanto deixava o relvado.

Recorde-se que, ao minuto 54, Ronaldo celebrou o 1-0 depois de Raphael Guerreiro combinar com Bruno Fernandes, que picou a bola para a entrada do capitão de Portugal.

Num primeiro momento, Ronaldo pareceu tocar de raspão a bola, desviando-a de Rochet para inaugurar o marcador. Mais tarde, a FIFA atribui o golo a Bruno Fernandes e surgiram repetições do lance que indicavam no sentido de que Ronaldo não tocara na bola.