Roberto Martínez: "Se perder dois jogos seguidos é provável que não me queiram"

Roberto Martínez: "Se perder dois jogos seguidos é provável que não me queiram"

Selecionador da Bélgica, o espanhol Roberto Martinez, destacou a boa disposição reinante nos diabos vermelhos na véspera de defrontarem a Inglaterra.

O selecionador da Bélgica, o espanhol Roberto Martinez, destacou a boa disposição reinante nos diabos vermelhos na véspera de defrontarem a Inglaterra, no jogo de atribuição do terceiro lugar do Mundial2018 de futebol.

No dia em que completou 45 anos, e quando confrontado com a possibilidade de festejar os 47 em situação idêntica à de hoje, sublinhou: "Não posso assegurar. Se perder dois jogos seguidos é provável que não me queiram. Assim é o futebol", disse, sorridente, Martinez, durante a conferência de imprensa de antevisão do encontro de sábado com a Inglaterra.

O técnico destacou a determinação com que o seu conjunto enfrenta o embate com os ingleses: "Temos a obrigação de ser terceiros pelo país, pela equipa e pelos jogadores. Não temos a oportunidade de jogar este tipo de encontros do Mundial todos os dias. Estamos motivados."

Martinez reconheceu que o encontro das meias-finais frente à França "foi difícil e duro. Foi bom ter a família por perto".

O responsável técnico dos belgas reafirmou o desejo da sua equipa vencer a Inglaterra, que pode proporcionar o melhor lugar de sempre na história da seleção belga num mundial.

"Queremos ganhar. É por isso que vou colocar a equipa mais forte possível em campo. Mas talvez aconteça alguma alteração, porque é o nosso sétimo jogo e há cansaço", frisou.

O encontro de atribuição do terceiro posto está agendado para as 15h00 (horas portuguesas) de sábado, no estádio de São Petersburgo, e será dirigido pelo árbitro iraniano Alireza Faghani