West Ham aplica medidas para evitar nova "invasão" de adeptos do Eintracht Frankfurt

West Ham aplica medidas para evitar nova "invasão" de adeptos do Eintracht Frankfurt
Redação

Clube impede fãs "hammers" residentes na Alemanha de comprarem ingressos para a receção ao adversário germânico e suspenderá adeptos com bilhete anual em caso de revenda

Intentado a evitar uma enchente desregulamentada de adeptos do Eintracht Frankfurt no Estádio de Londres, como ocorreu, anormalmente, em Camp Nou, o West Ham tomou medidas limitativas e sancionatórias relativa à venda de bilhetes.

O emblema inglês, que receberá o clube germânica na 1.ª mão das meias-finais da Liga Europa, impediu "hammers" residentes na Alemanha de comprarem ingressos para o jogo e suspenderá adeptos com bilhete anual caso revendam a alemães.

"Os adeptos que vivem na Alemanha, sem histórico de reservas, infelizmente, não poderão comprar bilhetes para este jogo e os que revenderem os bilhetes de época, em plataforma não autorizada, serão banidos do Estádio de Londres até ao final da época 2022/23", lê-se em comunicado oficial do clube da Premier League.

A eventual revenda de ingressos será denotada automaticamente dado que, segundo o "The Mirror", o Estádio de Londres está equipado, desde o início desta temporada, com um sistema de torniquetes "robusto e de rigorosa proteção".

O jornal inglês cita, inclusive, uma fonte do West Ham que refere que, a 28 de abril, por ocasião do primeiro jogo com o Eintracht Frankfurt, haverá "recursos reforçados de segurança integrados num planeamento policial significativo" no estádio.

Estas diligências são motivadas, recorde-se, pelo facto do emblema da Bundesliga ter tido cerca de 30 mil adeptos em diferentes bancadas de Camp Nou, para ver o jogo com o Barcelona, na segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europa, quando os regulamentos permitem apenas 5% da lotação do estádio à equipa visitante.