Nuno Espírito Santo rejeita favoritismo do Wolves

Nuno Espírito Santo rejeita favoritismo do Wolves

Treinador português do Wolverhampton diz que a sua equipa vai respeitar o Braga, que tem uma equipa competitiva e bem organizada

Nuno Espírito Santo, treinador do Wolverhampton, quer que a sua equipa continue a crescer e garante que o jogo com o Braga não será especial por ser um adversário português. "O Braga é um adversário que respeitamos, que analisamos e contra o qual vamos competir", sublinhou o treinador na conferência de Imprensa de antevisão ao jogo.

"Vamos defrontar uma equipa equilibrada, competitiva, pelo que não me parece que haja algum favorito. Têm bons jogadores, estão bem organizados em campo, pelo que teremos um grande jogo", apontou Nuno Espírito Santo.

"Defrontar uma equipa portuguesa não é diferente de jogar contra qualquer outra. A análise que fazemos é igual. O Braga conhece a nossa equipa, assim como os nossos outros adversários do grupo. Só será diferente, eventualmente, quando os nossos jogadores portugueses forem a Braga e tiverem oportunidade de regressar a Portugal", acrescentou.

Em relação ao regresso dos Wolves às competições europeias, Nuno Espírito Santo só pediu que todos pudessem desfrutar do momento e trabalhar para que o clube continue a crescer: "Não falo só por mim, mas por todos e todos devemos estar orgulhosos, adeptos, clube, staff e jogadores, porque todos contribuímos para aquilo que vamos viver amanhã. Estamos na fase de grupos da Liga Europa, vamos aproveitar este momento, sem esquecer que temos de competir".

"O que importa é que sejamos capazes de jogar bem, crescer e melhorar, sabendo que este não será o passo mais importante. Ainda temos um longo percurso a fazer e muitos degraus para subir", acrescentou.