Villas-Boas exige investigação

Treinador do Tottenham exige nova investigação da UEFA aos adeptos da Lázio, que durante o primeiro tempo cantaram "Tottenham judeus"

André Villas-Boas exigiu uma investigação da UEFA aos cânticos racistas dos adeptos da Lázio, no confronto desta noite com o seu Tottenham. "Juden Tottenham" [Tottenham judeus] foi aquilo que se ouviu nas bancadas do Estádio Olímpico de Roma durante a primeira parte do encontro que terminou com o mesmo resultado com que começou.

O treinador português não esteve com meias medidas: "É preciso que investiguem novamente", começou por dizer, em referência ao primeiro confronto entre estas duas equipas, que terminou com uma multa de 40 mil euros ao emblema italiano devido a cânticos a imitar o som de macacos.

"Já aconteceu da outra vez e a UEFA agiu com rapidez. Teremos de esperar para ver se desta vez há novamente matéria para a UEFA agir. Se houver, terá de fazê-lo", reclamou Villas-Boas.

Quanto ao encontro, o treinador dos "spurs" reconheceu a superioridade da Lázio, que disse ter colocado muita pressão sobre a sua equipa. Em declarações à Sky Sport Italia, Villas-Boas admitiu que o empate foi um bom resultado para a sua equipa, tendo, no entanto, discordado do golo anulado a Gareth Bale.