"És um macaco, tu sabes que és": novo capítulo no caso de alegado racismo no Rangers-Slávia

"És um macaco, tu sabes que és": novo capítulo no caso de alegado racismo no Rangers-Slávia

UEFA já abriu investigação ao polémico caso que envolveu Glen Kamara e Ondrej Kudela.

O caso de alegado racismo no jogo entre Rangers e Slávia de Praga, a contar para a segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa, promete continuar a dar que falar ao longo dos próximos tempos e, agora, conheceu um novo capítulo.

Depois de Ondrej Kudela - defesa da equipa checa - ter negado os insultos de que é acusado, foi a vez de Glen Kamara - médio dos escoceses - contrariar o adversário, reiterando que este lhe chamou "macaco" no decorrer da partida.

"Se a UEFA quer mesmo mostrar um 'cartão vermelho ao racismo', então chegou a altura de parar com o simbolismo e mostrar tolerância zero. Como jogador, espero que ninguém tolere um insulto racista dentro ou fora de campo em 2021. O vil insulto racista de Ondrej Kudela aconteceu num palco internacional e qualquer inércia da UEFA vai servir como luz verde a racismo", começou por referir Kamara, num comunicado publicado nas redes sociais. E detalhou:

"Durante o jogo com o Slávia de Praga, Kudela estava a discutir com um jogador do Rangers e, após a minha tentativa de intervenção, disse-me para me calar e depois disse: 'Um segundo, amigo'. Veio até mim, cobriu a boca, encostou-se ao meu ouvido e disse-me: 'Tu és um macaco, tu sabes que és'. Fiquei chocado e horrorizado por ouvir aquele insulto racista por parte de um jogador profissional de futebol. Kudela alegou que simplesmente disse um palavrão e que me tinha chamado 'gajo de merda', mas isso é uma mentira total. As ações de Kudela foram deliberadas e premeditadas, mas ele falou alto o suficiente para o meu colega de equipa Bongani Zungu ouvir o que ele disse", acrescentou Kamara, que agradeceu ainda as demonstrações de apoio e mensagens recebidas nos últimos dois dias.

De recordar que o Slávia alegou que Kudela foi agredido pelo médio do Rangers já após o apito final, no túnel de acesso à zona dos balneários de Ibrox.