"Procuro ser um bom treinador, mas não sou vidente", disse treinador do Leipzig

"Procuro ser um bom treinador, mas não sou vidente", disse treinador do Leipzig

Julian Nagelsmann, treinador do Leipzig, considera que o jogo com o Benfica poderia ter acabado com mais golos

Sobre o jogo: "Foi muito importante começar com esta vitória e três pontos. O Benfica teve um jogo bastante bom particularmente na primeira parte, com algumas situações de pressão. Todas as equipas da Europa tem jogadores talentosos e houve dois ou três momentos onde tivemos mais sorte, mas não nos desculpamos com isso. Estamos contentes pelos três pontos. Mas temos ainda trabalho por fazer."

Luta até fim com Benfica? "Sim, temos de lutar contra o Benfica mas contra as outras equipas também. O resultado podia ser diferente, 3-3, 4-4. O nosso objetivo é ganhar jogos. Procuro ser um bom treinador, mas não sou vidente. Houve um empate entre Lyon e Zenit, estão dois pontos atrás de nós, e se ganharmos o próximo ficaremos em boa posição. Mas se não for assim, podemos voltar a partir do zero!

Lesão de Laimer: "Foi na coxa talvez não jogue contra o Bremen, foi uma pancada forte. Não parece nada de dramático. Após o jogo já mexia bem a perna.

Interesse do Benfica em Gulácsi, deu-lhe mais motivação: "Não sei, têm de perguntar a ele. Está sempre motivado, é um excelente guarda-redes e fez um excelente jogo. Muitas vezes não é só por azar que um ponta de lança não marca. Ficámos muito satisfeitos com Gulacsi"

Werner: "Teve alguns problemas, uma ou outra decisão má mas na segunda parte melhorou. É rápido e cria oportunidades, fazendo dois golos, um deles muito inteligente. É importante ter jogadores que fazem a diferença e marquem golos."