Polícia examinou objeto suspeito junto ao estádio do Dortmund

Polícia examinou objeto suspeito junto ao estádio do Dortmund

Polícia alemã examinou um objeto suspeito encontrado junto ao estádio do Borussia Dortmund, que obrigou a encerrar temporariamente uma das saídas do recinto.

A polícia alemã examinou um objeto suspeito encontrado junto ao estádio do Borussia Dortmund, que obrigou a encerrar temporariamente uma das saídas do recinto, depois do final do jogo com o Mónaco, da Liga dos Campeões de futebol.

O clube e a polícia local pediram aos adeptos, através de publicações nas suas contas nas redes sociais, que abandonassem ordeiramente o Signal Iduna Park pelas outras saídas do recinto.

Na conta do Twitter da polícia da Renânia do Norte-Vestfália foi revelado que estava a ser examinado um objeto suspeito encontrado junto a um dos acessos ao estádio.

O Dortmund explicou, pouco depois, que se tratou de uma medida de segurança depois de terem sido encontradas, nas redondezas do Signal Iduna Park, duas mochilas abandonadas e uma moto.

O jogo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões entre os alemães e o Mónaco, que acabou com a vitória dos franceses por 3-2, foi hoje disputado entre fortes medidas de segurança, depois de, na terça-feira, o autocarro do Dortmund ter sido atingido por três explosões.

O ataque ocorreu pelas 19:15 hora local (18:15 em Lisboa), quando três engenhos explodiram à passagem do autocarro do Borussia Dortmund, quando a equipa saía da unidade hoteleira onde esteve concentrada rumo ao estádio.

O único jogador ferido foi o espanhol Marc Bartra, operado esta noite num hospital de Dortmund devido a uma lesão no pulso direito.

Também ficou ferido um polícia que acompanhava, de moto, o autocarro.

A justiça alemã informou hoje que o ataque contra o autocarro do Borussia Dortmund está a ser investigado como um "atentado terrorista" com "motivações islâmicas", acrescentando que tem dois suspeitos e já deteve um deles.