Os elogios espanhóis a Herrera e nota sobre João Félix: "Foi pouco"

Os elogios espanhóis a Herrera e nota sobre João Félix: "Foi pouco"

Imprensa espanhola analisou a exibição dos jogadores do Atlético de Madrid no empate frente à Juventus (2-2).

Melhor estreia oficial para Herrera no Atlético de Madrid só seria possível se os "colchoneros" tivessem batido a Juventus.

O médio ex-FC Porto foi lançado em campo por Diego Simeone aos 76 minutos do duelo de quarta-feira com a campeã italiana, numa altura em que os "bianconeri" venciam por 2-1, e, nos primeiros minutos de competição com a camisola do clube espanhol, "El Zorro" marcou aos 90' e fixou o resultado final numa igualdade a dois golos.

A imprensa espanhola destacou a "estreia feliz" do internacional mexicano e viu um Herrera "criterioso" na hora de maior necessidade para o Atlético. "Foi criterioso perante a urgência de igualar o resultado e foi ele mesmo quem o logrou. Não podia ter estado melhor nos primeiros minutos oficiais como 'rojiblanco'", escreveu o jornal As.

João Félix, por sua vez, foi o protagonista de um arranque de partida prometedor, com um slalom que não resultou em golo por muito pouco. Contudo, o As refere que o rendimento do jovem português foi caindo e que, no cômputo geral, o ex-Benfica mostrou "pouco":

"A Juve submeteu-o a muito duelo físico de cada vez que recebia a bola de costas para a baliza. A sua relação com a bola foi desaparecendo e ele com ela. Foi pouco", assinala a publicação, que vai de encontro à análise da Marca. "O início fogoso foi decaindo até ao intervalo. Até pareceu desaparecer por completo quando a Juve fez o 2-0. Apareceu um ou outro detalhe que não teve incidência, mas que foi animando as bancadas", escreveu o jornal.